24
dez
Alguns presentes para agradar aquele seu amigo ou amiga geek nas festas de fim de ano

http://92.222.114.43/wp-content/uploads/2011/12/Geek.jpg

O nerd não é mais aquele cara magrelo que se esconde no porão, e todo mundo sabe disso. Mas todo mundo tem um amigo bem geek, que vive enfurnado lendo HQs empoeiradas, enfileirando meticulosamente seus action figures na bancada ou até mesmo plastificando individualmente cada carta de seus três decks de Magic. Os fanáticos por games, então, vivem de se vangloriar de conquistas obtidas na era de ouro dos consoles, como aquele que jura de pés juntos que zerou “Contra” sem o Konami Code ou que viu o final de “Enduro”. Se você não tem um amigo nem minimamente assim, é provável que esse amigo seja você.
Mas mesmo estes seres obcecados pelo melhor que a cultura pop pode oferecer merecem carinho durante o Natal, esta época que marca a troca de presentes, um sem número de quitutes e o aniversário de um messias. Por isso, selecionamos aqui presentes que vão trazer felicidade para o coração daqueles que podem não saber falar Klingon, mas reconhecem quando alguém está falando.

http://92.222.114.43/wp-content/uploads/2011/12/16.jpg

Ele é gorducho, bem disposto e infectado com uma bile asquerosa que atrai hordas de zumbis em cima dos jogadores. Por alguma razão, alguém resolveu que o Boomer, os desprezíveis infectados explosivos de “Left 4 Dead”, dariam bons bichos de pelúcia e, surpreendentemente, acertaram. O corpo rotundo, na versão boneco, troca os fluídos fétidos por estofo macio e a expressão facial de fome e náusea foi substituída por um sorriso amistoso. Este grandalhão, que fala algumas frases do game quando é apertado, é um bom jeito de encontrar o lado mais amigável de um fanático por FPS.

http://92.222.114.43/wp-content/uploads/2011/12/210.jpg
Controles com duas alavancas analógicas, mais de 10 botões, gatilhos, sensores de movimento… nada disso importa. Nas altas horas da madrugada, na batalha para bater o recorde em “River Raid”, você só precisa de um direcional e um botão de ação. Com essa configuração simples e quase mística, os videogames tiveram seu debut nos anos 70 e este joystick tem a missão de resgatar estes tempos. Ele funciona como um controle USB normal, embora tenha apenas um botão de comando. E vale lembrar que ele não encaixa naquele seu velho e empoeirado Atari 2600, lançado cerca de 30 anos antes da invenção das portas USB. É uma boa viagem ao passado, com a conveniência do futuro.

http://92.222.114.43/wp-content/uploads/2011/12/31.jpg
Se você usa um daqueles joysticks virtuais para o iPad, está fazendo errado. Para levar suas partidas para outro nível, o Joystick-It fica fixado na tela, em cima do direcional virtual, e é apenas isso, uma alavanca de verdade. É possível encontrar o Joystick-It em uma versão menor também, projetada para iPhones e outros smartphones similares. É hora de mostrar para estes hipsters como é que um verdadeiro geek joga.

http://92.222.114.43/wp-content/uploads/2011/12/42.jpg

Wheatley, na definição de GLaDOS, não é apenas um idiota qualquer. Ele é o fruto das mentes mais brilhantes do mundo, que se reuniram para criar, propositalmente, o maior e mais burro idiota de todos os tempos. Embora isso seja um pouco ríspido com o, a princípio, simpático robô, não dá para negar que a interpretação brilhante de Stephen Merchant traga uma sofisticação cômica sem tamanho para o personagem. Brilhante também é esta lanterna de LED, uma reprodução extremamente fiel de Wheatley, com alças articuladas e um olho azul. Se seu amigo ficou decepcionado pelo bolo ser uma mentira, esse colacionável vai, sem dúvida, animá-lo.

http://92.222.114.43/wp-content/uploads/2011/12/52.jpg

Um bom presente para dar para aquele amigo que você já está de saco cheio. Não que seja um jogo ruim, bem o extremo oposto disso. “Skyrim” é tão bom, tão imersivo, tão gigantescamente obsessivo e complexo, que é provável que o nerd desapareça por uns seis meses e apareça com alguns quilos a mais (fruto das noites viradas à base de Cheetos e Coca-Cola), barbudo e extremamente pálido, mas com um sorriso de satisfação no rosto. Ou você pode simplesmente comprar e largar sua própria vida por um tempo. Considere isso como férias prolongadas em Skyrim. Seu chefe muito provavelmente não vai concordar, mas quem é o Dragonborn nessa firma, você ou ele?

Viver se esgueirando pelas sombras é solitário e extremamente tenso. Cansativo. Deliberado. A paciência é testada, assim como os nervos de aço. Sam Fisher vive assim nos diversos jogos da série “Splinter Cell”, mas aquele seu camarada que aprecia incursões noturnas para a geladeira pode profissionalizar seu hobby e dar toda uma dimensão high tech para suas estrepulias gastronômicas. Dificilmente ele vai conseguir passar despercebido com o farfalhar do roupão e o estardalhaço dos chinelos, mas vai se sentir muito mais cool enquanto estiver requentando os restos da ceia de Natal.

http://92.222.114.43/wp-content/uploads/2011/12/71.jpg
Um presente para o geek romântico. A camisa tem seis corações estilo 8-bits de LED, mas você apenas fica com dois corações e meio acesos normalmente. O único jeito de restaurar sua vitalidade é encontrar outra pessoa com uma camisa de corações de LED. É o presente perfeito para aquele casal geek que não se desgruda. Caso seu amigo (ou você, pode admitir, não tenha vergonha) seja solitário, nada tema. Você pode comprar também um transmissor especial, que também revitaliza os corações da camisa, e pode ser deixado perto de alguma coisa que ele goste, como a coleção de revistas do “Batman”, seu Xbox 360 ou sua réplica da espada Excalibur.

Fonte: AQUI
Categorias: Final de AnoGeekNatalnerd

Deixe seu comentário:

Acompanhantes Brasília DF
Acompanhantes de Brasília DF
Corre que tem promoção!