08
dez

capa

Na última quinta-feira (4) os gigantes australianos da grande distribuição, Target e Kmart, anunciaram a retirada de suas prateleiras o game ‘Grand Theft Auto V’ na Austrália.

Target e Kmart tomaram a decisão de não vender a quinta versão do GTA após uma petição lançada por ex-prostitutas que recolheu 40.000 adesões. “Jogos como esse preparam mais uma vez uma nova geração de meninos a tolerar a violência contra as mulheres”, afirma o texto da petição. “Fomenta a epidemia de violência sofrida por tantas meninas e mulheres na Austrália e em todo o mundo”, acrescenta o documento, que fala de um jogo “repugnante”.

Trecho traduzido da petição:
“Este é Grand Theft Auto 5. Este jogo indica que que, após vários atos sexuais, os jogadores podem matar as mulheres perfurando elas com faca, bastão ou armas para conseguir seu dinheiro devolvido.”

Essa foi a primeira parte da história e a partir de agora que a zueira começa…

Diante disso, os fãs de GTA criaram uma outra petição no mesmo tom, direcionada à cadeia de lojas Australiana Target pedindo a retirada da Bíblia. Eles alegam que o livro incentiva a violência contra as mulheres, encoraja os leitores a matarem mulheres por prazer e incentiva a violência sexual. A petição já conta com 25 mil assinaturas.

Trecho traduzido da petição:
“Esta é a Bíblia Sagrada. Este livro indica que, após vários atos sexuais, os leitores podem matar mulheres por apedrejamento, colocar fogo, cortá-las as mãos e matar seus filhos!”

its-time1

Categorias: GTAIgrejaNotíciaSexoUFC

Deixe seu comentário:

Acompanhantes Brasília DF
Acompanhantes de Brasília DF
Porno